terça-feira, 11 de junho de 2013

Bexiga Neurogênica – Quando o CIL é necessário

                         


         A maioria das crianças que tem Bexiga Neurogênica precisa fazer o CIL, mas uma pequena parcela desta população não tem no CIL a solução para o seu problema.

         Para entender esta situação é necessário conhecer um pouquinho sobre o funcionamento de uma Bexiga Neurogênica, partindo sempre de uma condição especial – a bexiga neurogênica de uma criança não é igual à bexiga neurogênica de outra criança.

         Várias situações fazem com que cada criança tenha a sua própria bexiga neurogênica:


        Bexiga Neurogênica Hiperativa com esfíncter preservado

         A mais encontrada. Está presente em grande parte de crianças com Mielomeningocele. Este tipo de bexiga é caracterizado pela presença de altas pressões intravesicais que favorecem o refluxo vesico-ureteral e a infecção urinária. Estas crianças perdem parte da urina quando a pressão intravesical é mais forte que a pressão esfincteriana, portanto estas bexigas costumam ter urina residual.

        Desvantagens:
  • Causam lesão renal
  • Favorecem a infecção urinária
  • Precisam do CIL
  • O CIL não garante que a criança fique seca
  • Precisam de medicamento anticolinérgico (Oxibutinina/Retemic)
  • Podem precisar de uma ampliação vesical para preservar os rins

        Vantagens:
  • Se precisar de uma ampliação vesical não será necessário operar o esfíncter urinário (indicação clínica)



        Bexiga Neurogênica Hiperativa com esfíncter parcialmente
        frouxo
         Menos comum que a anterior. Está presente em parte de crianças com Mielomeningocele. Este tipo de bexiga é caracterizado pela presença de contrações vesicais e urina residual que favorecem a infecção urinária. Estas crianças perdem parte da urina quando a pressão intravesical é mais forte que a pressão esfincteriana, mas como a resistência esfincteriana é baixa, elas mantêm urina residual sem prejudicar os rins.

        Desvantagens:
  • Favorecem a infecção urinária
  • Precisam do CIL
  • O CIL não garante que a criança fique seca
  • Precisam de medicamento anticolinérgico (Oxibutinina/Retemic)
  • Podem precisar de uma ampliação vesical e operação do esfíncter

        Vantagens:
  • Não causam refluxo vesico-ureteral


Bexiga Neurogênica Hipoativa com esfíncter preservado

         Tem como característica o aumento da bexiga, a ausência de contrações vesicais e a perda de parte da urina por transbordamento. Como não existe contração vesical, esta bexiga perde uma parte da urina e mantêm alto volume residual.

        Desvantagens:
  • Causam lesão renal
  • Favorecem a infecção urinária
  • Precisam do CIL

        Vantagens:
  • A criança fica seca com o CIL
  • Não precisam de anticolinérgico (Oxibutinina/Retemic)
  • Não precisam ser ampliadas, mas podem fazer uma operação geradora de estoma continente para facilitar o CIL (indicação social)



        Bexiga Neurogênica com esfíncter incompetente (Frouxo)
         Estas bexigas são muito pequenas porque a urina que vem dos rins não permanece em seu interior desfavorecendo o seu desenvolvimento.

        Desvantagens:
  • A criança está sempre molhada
  • Favorecem a dermatite amoniacal (assadura)
  • Precisam de ampliação vesical e operação do esfíncter (indicação social)

        Vantagens:
  • Não lesam os rins
  • Não precisam de CIL
  • Não precisam de anticolinérgico (Oxibutinina/Retemic)

        ... Recadinho


        ..
Nota: Texto com finalidade de facilitar a compreensão das famílias das crianças com Bexiga Neurogênica.
        .. 

4 comentários:

  1. Oi Maria José! Meu nome é Roberto C. Garcia, tenho 62 anos. Nasci com mielo sacral oculta (S3). Sempre soube portador de espinha bífida, mas só a partir de 2007 é que comecei a tomar conhecimento das sequelas desta doença. Segundo meus sintomas e sua pesquisa eu tenho o primeiro tipo de bexiga neurogênica. Pois quando ela está cheia sinto dores terríveis mas a vazão é lenta e demorada. Nunca fiz exames para saber se tenho problemas renais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Roberto!
      Procure um urologista! Um Estudo Urodinâmico e um Ultrasom de Vias Urinárias te darão uma resposta sobre sua situação atual.
      Obrigada pela visita!

      Excluir
    2. Olá Maria Jose! Vendo seu link no Facebook, hoje, resolvi entrar e ver do que se tratava o assunto e vi que havia lhe enviado a minha dúvida. Obrigado pela resposta. E tenho outra dúvida: Bexiga neurogênica pode influenciar em câimbras? Pois quando tenho a bexiga cheia se demoro a esvaia-la, sofro de câimbras nas pernas.

      Excluir
    3. Não sei te responder, Roberto.

      Excluir

Obrigada pela visita! Fique à vontade para comentar, perguntar, criticar ou elogiar. A casa é sua!